terça-feira, 9 de julho de 2013



Há momentos em que a lágrima escorre entre os olhos e já não é possível segurá-la
Tem horas que a dor é tão insuportável que há vontade de desistir
Quando penso no porque de tudo isso vejo o futuro
Quem sabe mais pra frente eu compreenda  tudo que passei e porque passei
Quem sabe daqui a uns anos eu tenha uma resposta plausível
E que tudo tenha uma explicação, um motivo!
Pois há momentos em que penso em desistir
Já não tenho mais forças para argumentar
O que me resta é calar e observar
Observar aquilo que já não aguento mais
Enfim, desistir ou resistir?

Nathalia Brant Malta Salgueiro

09 de julho de 2013 


quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

#INSTAGRAM

Finalmente aderi a ERA "Instagram".
Depois deixo dicas de apps interessantes para recortar as fotos, colocar molduras, bordas, filtros, etc...
Quem tiver interesse meu nome no instagram é nathybrant

Se preferir só clicar neste botão para ver meu perfil:

Instagram


Espero que gostem,

Beijos

Nathy

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Talvez...

          "É, eu confesso que não é exatamente a realidade que eu esperava encontrar. Talvez isso mude. Talvez você entre na minha vida sem tocar a campainha e me sequestre de uma vez. Talvez você pule esses três ou quatro muros que nos separam e segure a minha mão, assim, ofegante, pra nunca mais soltar. Talvez você ainda possa pular no rio e me salvar. Ou talvez eu só precise de férias, um porre e um novo amor. Porque no fundo eu sei que a realidade que eu sonhava afundou num copo de cachaça e virou utopia”.

Caio Fernandes de Abreu
 
 

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Relacionamentos

Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim. Como tudo na vida.
Detesto quando escuto aquela conversa:
- Ah, terminei o namoro...
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo...
- Cinco anos.... que pena... acabou...
- É... não deu certo...
Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.
Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos essa coisa completa.
Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível.
Tudo junto, não vamos encontrar.
Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.
E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga... se não bate... mais um Martini, por favor... e vá dar uma volta.
Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.
Não brigue, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar... ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.
Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama.
Que graça tem alguém do seu lado sob pressão?
O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós.
Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?
Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração... Faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo.
E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse... A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear.
E nem todo sexo bom é para descartar... ou se apaixonar... ou se culpar...
Enfim...quem disse que ser adulto é fácil ????

(Autor: Arnaldo Jabor)

sexta-feira, 22 de julho de 2011

domingo, 23 de janeiro de 2011

Se...

Se o meu sorriso mostrasse o fundo da minha alma, todos ao me verem sorrindo chorariam comigo.

Se o meu rosto pudesse denotar o que sinto, tornaria-me irreconhecível a qualquer um que já tenha me conhecido, hoje ou no passado.

Se meus olhos cogitassem tudo aquilo o que vejo e observo, tão mais distante eu me tornaria de tudo e todos quando me exaltasse às coisas que evito.

Se meus gestos compartilhassem da minha vontade mais concreta, ainda mais inerte eu pareceria ao mundo, pois meus atos estariam tão absortos na verdade mais profunda que já não teriam valia relevante.

Se minhas mãos pudessem dissipar a tristeza contida nas lágrimas que já não tenho, então eu poderia dizer adeus pela última vez.

Se minha boca fosse capaz, agora, de expressar todas as coisas que me afligem, eu talvez deixasse de ser uma pessoa se encaminhando para o fim das coisas e passaria a ser uma pessoa que sempre fez parte do fim.

Se o meu coração fosse dono de todas as soluções, meus pensamentos de todas as vontades, meus lábios de todas as verdades... somente então eu compreenderia e conseguiria explicar porque tanto fiz por todos, porque tanto fiz por mim, porque tanto deixei de fazer, e principalmente porque tão pouco faço.

(Autor Desconhecido)

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Tema Jovem Pan

Eu queria ouvir a música que sai da sua boca quando você diz que sim
Eu queria ouvir a música que explode nos teus olhos quando eu vou te ver
Eu queria ouvir a música que corre até ao teu redor quando você sorri
Eu queria ouvir a música que a gente ouviu quando eu te conheci

No ano que passa
No ano que vem
A música bate aqui na Pan

Eu queria ouvir a música que tem o mesmo gosto que o teu beijo tem
Eu queria ouvir a música que me arrepia o corpo quando você vem
Eu queria ouvir a música abrilhantar as loucuras todas que vi
Eu queria ouvir a música que a gente ouviu quando eu te conheci

No ano que passa
No ano que vem
A música bate aqui na Pan

Eu quero paz e saúde pra você também. Tudo de bom que você deseja, que venha o ano que vem.
Quero que todos se levantem encontrem a paz. Saúde é o que importa, o resto a gente corre atrás
A música de quando você diz que sim, de quando eu vou te ver, sorrir ou te conheci.
Essa é hoje, não tem como deixar pra amanhã aquela que bate aqui no peito e toca aqui na Pan.
A hora é agora e o lugar é aqui parceiro.

No ano que passa
No ano que vem
A música bate aqui na Pan